quarta-feira, 24 de maio de 2017

Mourinho


Mourinho

Era um mouro sem expressão
Quando cá chegou,
E eis o que se tornou
No reino do Dragão:

Campeão da UEFA
E Campeão da Europa!
E desde então a nota 
Foi superar tal tarefa...

Nunca conseguida 
Em tanto "tubarão",
Mas ganhou a admiração 
De tal gente ressentida...

Desses qu'o abjuraram 
Enquanto treinou o Porto,
E que depois de "morto"
Já niss'o "juraram"!

Esta corja de "jornalistas"
Da nossa "comunicação",
Só lhe prestaram admiração 
Nas "póstumas" entrevistas!

Antes era "corrupto",
Fruteiro e arrogante,
Mas um pouco mais adiante 
Já er'o "único"!

O especial,
O maior do mundo, 
Mas no Porto er'o submundo 
Qu'o fazia "o tal"!

Esta gente
Que domina este país,
Ainda apaga o traço de giz 
Desse "antigamente"!

Não foi a preto-e-branco,
Nem na égide totalitária,
A nossa vitória 
De banco!!

Essa conquista sucessiva
Da UEFA e dos Campeões,
Ond'os Dragões 
Tiveram vitória proibitiva!

Nunca mais esta nação
Lhes perdoou,
E s'ao Mourinho s'o elevou,
Foi por obrigação!

Essa constatação 
De facto,
Qu'a negação seria um acto 
De pura diversão!

Mas ao Porto
Essas vitórias retumbantes,
Levaram do país os "dirigentes" 
Ao desgosto...

Foi como qu'uma alienação 
Colectiva, 
Qu'uma cidade "subversiva"
Ostentasse tal condição!

A segunda cidade 
Da macrocéfala nação,
Ter no mundo a identificação 
A tod'a "portugalidade"!?

Isso era ofensivo,
Daí o "apito dourado",
Porqu'o polvo encarnado 
Ainda estava bem vivo...

Tem longos tentáculos 
De travo salazarista, 
Daí o processo centralista
Desse mundo dos "cenáculos"...

E só o Mourinho
Saiu (quase) "imaculado",
Porque também ele se queria julgado 
P'lo "Zé Povinho"...

Este povo ignaro,
Maldizente e invejoso, 
Pr'a quem o único "glorioso"
É o do amparo!

E quem vence sete!!
Sete competições internacionais,
Vai pr'as páginas dos jornais 
Por frete!?

Este país de bosta
Não merece um Mourinho, 
Ou um clube sem padrinho
Que não sej'o Costa!

Que tudo se sabe
No país do Correio do Manha,
E só ao Orelhas ninguém o apanha 
Em qualquer "lab"...

E nem há filmagens 
Das cenas de buscas,
E nem há jornalistas "cuscas"
Nas abordagens...

Muito respeitinho
Ao clube do regime,
E isso vencendo é o que define 
Tod'o Mourinho!!

Sim, que hoje venças
De novo esse "pequeno" troféu,
E se te louve um outro "orfeu"
Já de novas "sentenças"!

Joker

Enviar um comentário
>