terça-feira, 2 de janeiro de 2018

A César o que é de César


A César o que é de César

César Boaventura, conhecem? É, nem mais nem menos, o César que o Francisco J. Marques nos alertou relativamente ao famoso jogo da mala. Terá sido ele o grande responsável por se ter aproximado de jogadores de clubes rivais de forma a aliciá-los com dinheiro para que facilitassem nos jogos contra o Benfica. Trocando por miúdos, pagava-lhes para que fizessem tudo ao seu alcance para que o seu clube perdesse contra o Benfica. Para já, soube-se que um dos clubes alvo do César foi o Rio Ave, mas, segundo a RTP, só na época 2015/2016 terão sido CINCO os jogos em que o clube de Carnide terá estado envolvido no que diz respeito a este jogo da mala.

Deixo-vos o link do Facebook do famoso César, segundo o próprio, um agente de jogadores. Podem até deixar a vossa crítica (entre uma e cinco estrelas) à página do indivíduo. Ele parece não se importar com as críticas e até goza com quem o condena pelo que fez.

Este César é apenas mais um tentáculo do polvo, dos muitos que este tem. Os outros são o Adão Mendes, o Paulo Gonçalves e o Pedro Guerra, tendo como figura central o primeiro ministro, Luís Filipe Vieira. Sob o seu comando conseguiram montar uma teia de poder e corrupção que controla quase tudo e todos no futebol português. Basta pensar que não deixaram nada ao acaso, vai daí decidiram controlar a arbitragem, e, caso esta não bastasse, tinham este backup chamado César. Já não falo do caso do Belenenses e do jogador Miguel Rosa, que é um escândalo total (contra o Benfica ou não joga ou marca golos na própria baliza e os azuis perdem sempre é por goleada). Para além disto ainda foram mais além ao condicionar e controlar a generalidade da comunicação social, como já se suspeitava e agora confirmamos com a lista de orgãos da cs e jornalistas avençados, pagos  mensalmente pelo clube mais sujo de Portugal. Tudo isto para tentarem tapar os olhos ao povinho fazendo do clube de Carnide um justo campeão nas últimas quatro épocas, algo que todos nós sabemos ser mentira.

Mas já me estou a alongar e vou terminar como comecei, portanto, a César o que é de César, e que neste caso é: alguém sem nenhum carácter, que vive a chafurdar na lama! Um pau mandado do regime que, se a justiça funcionar, vai pagar bem caro pelo crime de corrupção.


Uma coisa é certa, agora já todos sabemos quem tu és e o que andaste a fazer nos últimos tempos.

Ivan, o terrível
Enviar um comentário
>